Servindo a Krishna de coração

Queridos amigos:

Através deste boletim desejo manter me comunicando com cada um de vocês, para que possam ter uma relação seria com seu mestre espiritual; e esta relação é direta com Srila Prabhupada e Krishna, por isso é importante tomar esta conexão com responsabilidade.

Srila Prabhupada está presente para aqueles que tomam muito a sério a relação com ele e é por meio desses devotos que a Consciência de Krishna se tem expandido, e tudo se expande porque há inspiração. Na inspiração e devoção é que vive a Consciência de Krishna.

Srila Prabhupada nos abençoa todo o tempo, ele dizia: “Bem-vindos ao mundo da dedicação”. Atualmente, me encontro com muitas pessoas que tem tomado este caminho e cada uma delas me recorda a meu mestre espiritual, me recordam a uma família.
Desejo estar sempre com todos vocês e por isso utilizo este meio, para que se animem a seguir lutando, a cuidar a suas famílias e esposas. Isso é muito importante, um devoto disse em uma classe: “O matrimônio não é para mim”… mas logo continuou sua conferência dizendo: “O matrimônio é para minha esposa e meus filhos. Eu me casei para fazer feliz as outras pessoas.

Sejamos tolerantes e preocupados pelos demais. Isto é igual na vida do templo, o devoto deve sacrificar-se pelo templo; e se vives fora, deverias apoiar pelo menos um programa, porque é nesse refúgio onde as pessoas se fazem devotas, e onde há boa companhia, kirtan, prasadam, isso é um Ashram, um lugar de refúgio. Hoje em dia, na missão Vrinda há muitos templos que manter, por isso é tão importante apoia-los desde fora ou desde dentro.

Se eres devoto externo, deves apoiar o templo para seguir mantendo-se animado, e dessa maneira animar também aos demais e todos juntos lutar pela mesma causa. Isso é viver em comunidade. Há inumeráveis maneiras de apoiar; tudo depende do que você gosta: servir a deidade, ser ativista da Revolução da Colher, Pacto Mundial Consciente, artistas conscientes, médicos conscientes, mulheres conscientes, Casa da Sabedoria, podes ajudar em diferentes programas de oficina sobre-regional, fazer sankirtan, ser voluntario nas Eco-aldeias. Te dás conta? Ninguém fica fora, há espaço para todos e para todos os gostos.

Sempre se deve ter a consciência de apoiar, de ajudar e recordar para que estamos aqui: para servir e comemorar sempre ao doce encantador infinito.
Todos vocês são minha família, cada devoto é como meu filho e seus filhos são como meus netos. Adoro aos grihastas. Alguns as vezes pensam que no templo não os querem, mas não é assim; os grihastas são maravilhosos e sem eles não haveriam maravilhosos filhos e netos e não haveria continuação da família Vaishnava. São a semente do futuro.

Convido a todos a ser parte desta maravilhosa causa, a manter este vínculo e comprometer-se com o serviço a Sri Krishna. Me despeço esperando que esta mensagem se grave em seus corações.

Swami B. A. Paramadvaiti