A constância do serviço devocional

Queridos leitores,

A mensagem para este mês de agosto, está relacionado com nossa atitude ante a vida espiritual. Depois de alguns anos, há quem comece a baixar a norma e se estagnar em uma posição confortável, alguns começam a comer cebola e pensam que não é grande coisa, outros se tomam um café ou somente vão a mangal artik em Janmastami. Essa é nossa tendência, o que nos leva a pensar qual é a essência.

O ser humano tem uma declinação em sua vida se não está constantemente cuidando-la, por exemplo, quando vou a Índia vejo que até as pessoas hindus que antes eram vegetarianas agora comem carne. Isso é uma frustração.

Temos caído na mentalidade comoda, se me dão serviço fico bravo, no início da manhã quando me levanto para Mangal artik, busco uma almofada para descansar um pouco mais. Algo assim. Mas ser um devoto preguiçoso não é uma sátira, é o inicio do fracasso, porque os princípios do Bhakti Yoga são os princípios regulativos. São muitos princípios porque são muitas áreas para se liberar. Entretanto, o princípio de amar a Krishna, de amar a Deus deve ser introduzido imediatamente em tua vida. Quando tu introduzes o princípio do amor todos vem automaticamente e já não queres permanecer estagnado.

Pregar a Consciência de Krishna tem sido um sacrifício alegre para os devotos, e quando se põe difícil ainda assim nunca se tem deixado a Krsna nem a Srila Prabhupada.

Para mim, Vaidhi Bhakti é um tipo de esconderijo, que se apresenta no Bhakti Yoga para que Raga não se faça tão notável, para que as pessoas prestem atenção aos detalhes. É nosso desejo expandir Consciência de Krishna ainda que não tenhamos nenhuma qualificação, igual devemos tentar. Somente quando estejamos apegados a Srila Prabhupada vamos sentir comprometidos de seguir adiante e defender a essência do Bhakti Yoga de tudo o que aconteça.

Os exemplos que nos dão, os acharyas, são nossos ensinamentos sempre. Nunca parar, e seguir adiante, como Srila Prabhupada na cama traduzindo o Srimad Bhagavatam, isso é para enlouquecer-se.

Obrigado amigos por ser parte desta pregação, por querer expandir Consciência de Krishna em todas as partes. Desejo que nos tornemos um instrumento do amor de Deus, ajudados pela força dos quatro princípios regulativos da liberdade, não devemos cair nisso.

Com esta mensagem me despeço, esperando que chegue ao coração de cada um de vocês e os motive a comprometer-se intensamente a servir, servir e servir. Isso é o único que um Siksa Guru deseja: servir com pureza aos demais.

Com afeto,
Swami B.A Paramadvaiti